Vinícolas brasileiras: veja 3 motivos para visitá-las!

Vinícolas brasileiras: veja 3 motivos para visitá-las!

Você está em busca de um passeio diferente, regado por cultura e bons vinhos? Então, que tal conhecer as vinícolas brasileiras? Chamada de enoturismo, essa atividade é um sucesso em diversos lugares e vale muito a pena no Brasil também.

Cada vez mais estruturadas e reconhecidas em todo o mundo, muitas das nossas produtoras de vinho estão abertas à visitação e não perdem em nada para as internacionais. Trata-se de uma excelente oportunidade para aqueles que sonham em passear entre os campos e vinhedos, curtindo uma degustação de qualidade e em qualquer época do ano.

Mas, afinal, por qual motivo programar uma viagem ou separar um tempinho do seu roteiro para conhecer as vinícolas brasileiras? Confira a seguir!

Por que conhecer as vinícolas do país?

Abaixo, veja algumas razões para não deixar o enoturismo de fora do seu passeio!

1. As produtoras estão cada vez mais fortes no mercado

Não precisamos falar sobre a importância de valorizar o produto nacional, não é verdade? As vinícolas da Serra Gaúcha, por exemplo, já têm seus rótulos reconhecidos internacionalmente, com vinhos premiados e uma estrutura grandiosa.

Ou seja: se você é apaixonado por vinhos (ou se interessa pelo processo de produção da bebida), essa é uma excelente oportunidade para conhecer em detalhes como funciona a produção de um vinho de qualidade — desde os pormenores da colheita até os processos de maturação e envase.

As visitas, muitas vezes, são guiadas por enólogos, o que enriquece ainda mais o passeio. Também é possível degustar os vinhos e espumantes produzidos no local e comprá-los diretamente do produtor, por um preço mais acessível.

2. Esse tipo de passeio é um clássico no exterior

Como dissemos, é comum em muitos países reconhecidos como grandes produtores de vinhos, como o Chile, que as visitações às vinícolas já estejam inclusas nos roteiros dos passeios. Muitas pessoas não abrem mão desse momento e, até mesmo, aguardam ansiosas por ele!

Existem roteiros exclusivos de enoturismo, próprios para conhecer as regiões produtoras da bebida e as vinícolas. Além de todo o conhecimento e a cultura que você adquire em uma oportunidade como essa, muitas vinícolas oferecem jantares temáticos ao fim do passeio. Portanto, é possível aproveitar as bebidas, confraternizar com o grupo e levar ótimas lembranças para casa.

3. São ótimas oportunidades para fazer novos amigos

Um passeio dedicado ao universo enólogo vai atrair que tipo de público? Você acertou se respondeu “os amantes de um bom vinho”! Logo, quem compõe o grupo vai adorar fazer amigos que tenham esse interesse em comum.

Afinal, apesar de estar se popularizando no Brasil, ainda pode ser difícil encontrar pessoas tão interessadas pelo assunto quanto você. Mas em uma visitação às vinícolas brasileiras, certamente estarão presentes os apaixonados por vinho de vários lugares do país.

Trata-se de uma chance única de conhecer novos amigos, trocar informações e manter contato depois da viagem, fazendo um grupo do vinho, por exemplo. Imagine combinar outros passeios com a mesma turma depois? Essa é uma maneira deliciosa de iniciar uma amizade.

Quais locais visitar?

Você já está convencido de que conhecer as vinícolas brasileiras é uma ótima ideia, não é mesmo? Mas qual é o melhor lugar para visitar?

Sul do Brasil

As produtoras do Sul do país são as mais premiadas e reconhecidas atualmente. Além disso, há uma grande concentração de vinícolas na região, o que é perfeito para quem quer aproveitar e conhecer várias ao mesmo tempo.

A cidade de Bento Gonçalves, por exemplo, abriga mais de 30 produtoras de vinho diferentes! O município é tão importante para o mercado da bebida que sediou o Wine South America (a Feira Internacional do Vinho), recebendo participantes de todos os estados brasileiros e mais de 16 países, entre empresários do ramo, produtoras e amantes do vinho.

A Vinícola Campestre, que produz alguns rótulos de qualidade superior (entre vinhos tintos e brancos, espumantes ou sucos integrais), está localizada em Vacaria. O município fica no nordeste do estado do Rio Grande do Sul, na região dos Campos de Cima da Serra, a 250 km de Porto Alegre.

Com invernos rigorosos, dias quentes e noites amenas, o clima é bastante adequado para o cultivo de uvas finas, surgindo um novo terroir. A loja de vinhos, às margens da BR 116 — km 30, na entrada da Vinícola Campestre —, conta com um ambiente moderno e acolhedor. Além disso, o atendimento é personalizado, com profissionais capacitados e sempre dispostos a ajudar na melhor escolha. 

Em meados de junho de 2019, as visitações serão abertas para que todos possam contemplar e viver essa experiência única no conjunto enoturístico. Além das paisagens típicas dos Campos de Cima da Serra, será possível desfrutar de visitações guiadas, degustações e passeios entre os vinhedos, a vinificação e as caves. 

Em família ou entre amigos, que tal fazer um piquenique saboreando um vinho, espumante ou suco para brindar os bons momentos?

Sudeste e Nordeste

Mas se engana quem pensa que as vinícolas brasileiras estão localizadas apenas nos estados do Sul brasileiro. É possível conhecer ótimos produtores em São Paulo (que, inclusive, tem a Estrada do Vinho em São Roque — conhecida como a Terra do Vinho), Minas Gerais e, até mesmo, na Bahia ou em Pernambuco, no semiárido nordestino.

Isso mesmo! O Velho Chico (o Rio São Francisco) é o responsável por irrigar os vinhedos no Vale do São Francisco, no Nordeste. É ou não é uma opção tentadora de passeio?

Quando ir às vinícolas brasileiras?

​Mais do que uma experiência relacionada ao vinho, o enoturismo envolve também conhecer regiões incríveis do nosso país. Isso porque, geralmente, as vinícolas precisam estar instaladas em regiões com um clima específico para que as uvas se desenvolvam da melhor forma possível. 

Logo, as áreas montanhosas e com temperaturas mais amenas, típicas da Região Sul do país, são um convite irresistível para um passeio regado a bons vinhos e com uma ótima companhia. Então, que tal aproveitar a culinária irresistível e os passeios típicos dessas cidades?

Como vimos, independentemente do seu ponto de partida, sempre vai haver uma boa vinícola por perto para você conhecer e apreciar, sem grandes gastos e em qualquer época do ano.

Estrutura das vinícolas

As empresas estão preparadas para produzir seus vinhos constantemente, então sempre será possível encontrar as produções em pleno funcionamento. Aproveite para escolher sua época do ano preferida, pois os vinhedos formam um cenário diferente a cada estação.

E então, já está pronto para organizar o seu roteiro e visitar as vinícolas brasileiras, não é mesmo? Uma boa dica é fazer uma pesquisa antes de se decidir e programar, entrando em contato com as produtoras que forem de sua preferência.

Dessa forma, é possível saber como funcionam as visitas guiadas, se elas acontecem em dias e horários específicos ou se é preciso fazer reserva e pagar algum valor. Assim, você já sai de casa com a rota toda organizada e pode aproveitar as vinícolas brasileiras à vontade!

Este artigo deu aquela vontade de apreciar um bom vinho, não acha? Que tal continuar com a gente e aprender como escolher o vinho certo para cada ocasião? Boa leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X