Vinho para cada estação: saiba qual consumir e com o que

Vinho para cada estação: saiba qual consumir e com o que

Os dias mais frios são realmente um convite para uma taça de vinho, não é verdade? Para degustar com uma boa companhia, a turma de amigos ou até sozinho, no conforto do seu sofá, o vinho tem o poder de aquecer — tanto o ambiente quanto o nosso coração.

Mas os amantes da bebida vão concordar: há um vinho para cada estação. Faça chuva ou sol, frio ou calor, não existe tempo ruim para abrir uma boa garrafa. A verdade é que se trata de uma bebida bastante versátil, que oferece opções para os mais variados paladares (nas versões seco ou suave) e garante uma apreciação independentemente da época.

Basta saber qual vinho é mais indicado para as diferentes temperaturas e como harmonizá-lo com as comidas mais típicas de cada temporada. É justamente isso que vamos trazer nos próximos tópicos. Acompanhe!

Os vinhos ideais para os dias quentes de verão

Existe o mito de que, se for para beber vinhos na época mais quente do ano, que sejam os mais “leves”, como brancos, rosés, verdes ou espumantes. É claro que apreciar qualquer uma dessas bebidas geladinha é um prazer nos dias quentes, mas os demais tipos de vinho também podem ser consumidos durante o verão.

Além de ser uma questão pessoal (e de harmonização, caso a bebida seja oferecida juntamente a um prato), existe uma explicação de graduação alcoólica. Trata-se de algo que comprova que alguns vinhos são ainda mais leves do que outras opções.

Por exemplo: em um primeiro momento, um drink feito à base de vodka e servido com cubos de gelo pode parecer mais leve do que um vinho tinto. Mas, se formos analisar o teor alcoólico, o vinho tem uma graduação muito mais baixa do que a vodka — logo, ele vai “descer” mais levemente e não deixará você alcoolizado com tanta rapidez, especialmente em um dia quente. 

Essa teoria também pode ser aplicada na comparação de um vinho branco com um tinto suave. É perfeitamente possível que o branco, floral e bem fácil de beber gelado em dias quentes, tenha um volume de álcool maior do que o tinto mais leve. Ou seja: ao sol, um tinto suave pode ser uma opção melhor do que o branco. Curioso, não?

Como harmonizar?

Veja quais harmonizações são recomendadas:

  • vinhos brancos e florais: combinam bem com os pratos que costumamos preferir no verão, como aves, frutos do mar, saladas e massas leves;

  • frutados: são ótimas companhias para peixes, aves, massas e queijos;

  • rosés: harmonizam perfeitamente com saladas e antepastos de toque ácido, como o tomate, além de massas, pizzas e carnes brancas;

  • espumantes Moscatel e Brut: são as melhores pedidas para acompanhar frutas e sobremesas como mousses, biscoitos e sorvetes.

As opções perfeitas para as baixas temperaturas do inverno

Já nos dias de baixas temperaturas, não precisamos sair em defesa dos vinhos mais encorpados, não é verdade? Mas vale esclarecer que a nossa tendência a preferir determinadas bebidas em dias quentes ou frios está mais relacionada àquilo que comemos do que aos números que marcam o termômetro.

Ou seja: trata-se mais de uma questão de harmonização do que de temperatura. É por isso que harmonizar os pratos com os vinhos é levado tão a sério! No inverno, por exemplo, costumamos preferir alimentos pesados e bem calóricos — portanto, os vinhos devem ser mais concentrados e alcoólicos, capazes de equilibrar e quebrar a gordura no paladar.

Além disso, os meses de junho e julho são repletos de festas caipiras, que trazem à tona a nossa versão mais comilona! Boas opções para acompanhar os pratos e quitutes típicos são: Cabernet Sauvignon, Malbec, Syrah ,Tannat e Chardonnay.

Como harmonizar?

Na hora de harmonizar, lembre-se de que os vinhos (tanto tintos quanto brancos, desde que mais encorpados) vão bem com os pratos deliciosos do inverno, como massas suculentas, queijos mais gordurosos, assados, fondues, 

Os rótulos mais recomendados nos dias frescos do outono 

O outono e a primavera são as estações que marcam o início e o fim do ciclo de colheita das uvas. No outono, as parreiras começam a perder as folhas e se preparam para hibernar durante o inverno. É também nessa época que a colheita iniciada na primavera chega ao fim.

Nos meses em que aquele friozinho começa a chegar, a dica é optar por vinhos de corpo médio, com boa intensidade de aroma e sabor. Isso porque a bebida mais macia, com acidez e álcool bem integrados, combina muito bem com a meia estação e os alimentos típicos dessa época.

Como harmonizar?

Veja as melhores combinações:

  • vinhos macios, com taninos equilibrados, harmonizam perfeitamente com pratos que levam abóbora, mandioca, batata doce, berinjela e pinhão;

  • pizzas e tábuas de queijos também são companheiras inseparáveis desse tipo de vinho.

Os vinhos mais apropriados para os meses amenos da primavera

A estação das flores chega trazendo mais leveza à temperatura, ao nosso estado de espírito e, claro, às nossas comidas. Como dissemos, são os alimentos que ditam (mesmo de forma inconsciente) nossas preferências por determinados rótulos. 

Na primavera, as opções que combinam com os pratos que preferimos são aquelas mais adocicadas, frutadas e refrescantes, como Chardonnay, rosé, verde e até o espumante.

Como harmonizar?

Saiba quais harmonizações fazer:

  • vinhos rosés combinam com os frutos do mar, as saladas de molho agridoce e os queijos moles;

  • os chardonnays e verdes pedem a companhia de carnes brancas e saladas.

E então, você acha que existe ou não um vinho para cada estação? Assim como apreciamos pratos variados a cada mês, podemos adaptar as nossas opções de vinho durante todo o ano, não acha?

Além de conhecer outros tipos de rótulos que podem acabar nos surpreendendo de forma positiva, vai ser no mínimo divertido fazer tantas harmonizações diferentes durante as estações. Vale a pena experimentar a combinações sugeridas e os pratos citados neste artigo. Você não vai se arrepender!

Gostou deste artigo e quer acessar mais conteúdos interessantes sobre o universo do vinho? Para acompanhar todas as novidades, basta curtir a nossa página no Facebook!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X