Suco de uva e vinho: quais as diferenças para a saúde?

Suco de uva e vinho: quais as diferenças para a saúde?

Diversos são os benefícios do vinho tinto para a saúde, como as pesquisas vêm apontando já há algum tempo. Entretanto, alguns questionamentos surgem entre as pessoas que por algum motivo não consomem álcool. O principal deles é: seria o suco de uva tão benéfico para a saúde quanto o vinho?

Para ajudar a responder esses questionamentos, neste texto vamos abordar as distinções entre os tipos de suco de uva e, também, entre suco de uva e vinho, apontando quais as diferenças em seus processos de produção e nos benefícios que trazem à saúde. Continue lendo e saiba quando escolher cada um!

Os tipos de suco de uva

No mercado, existem diversos tipos de suco de uva. Suas composições — e nutrientes — são bem diferentes. Portanto, antes de optar pela compra de um deles, é necessário analisá-los.

Entre os produtos mais comuns existem pelo menos três tipos: suco desidratado (o popular refresco em pó), néctar de fruta e suco integral. O suco desidratado contém apenas cerca de 1% de polpa de fruta e é cheio de aditivos como sódio, açúcar e corantes. Logo, não é uma opção saudável para consumo.

Já o néctar de fruta geralmente possui entre 20% e 50% de polpa. O restante de sua composição é, principalmente, água e açúcar, além de outros aditivos químicos, como corantes e conservantes.

Por fim, há o tipo mais saudável de suco, que é o integral. Isso porque ele é puro, já que não pode conter nenhum adicional, nem água e açúcar. É como se a fruta tivesse sido espremida diretamente no recipiente de envase.

As diferenças entre suco de uva e vinho

A principal diferença do suco de uva para o vinho é, obviamente, a presença do álcool. Mas, além disso, o processo de produção das bebidas é diferente, o que faz com que as propriedades nutricionais não sejam as mesmas nos dois produtos.

No entanto, se em um primeiro momento se acreditava que as propriedades saudáveis estavam apenas no vinho, pesquisas mais recentes indicam que são os flavonoides — poderosos antioxidantes — que auxiliam na eliminação do mau colesterol e, portanto, fazem bem ao coração. A boa notícia é que eles estão presentes na fruta, logo, não somente no vinho, mas também no suco.

Ainda assim, é necessário ter atenção, já que os flavonoides estão presentes apenas nas uvas rosadas e escuras. Por isso, de nada adianta beber suco de uva branca ou verde se o seu objetivo for melhorar a sua saúde cardíaca.

Porém, o suco de uva contém outras propriedades surpreendentes que podem auxiliar na sua saúde como um todo. Os benefícios vão desde acelerar o metabolismo até reequilibrar e desintoxicar o organismo.

Mas há quem continue a afirmar que o vinho é mais saudável, já que em seu processo de fabricação não há adição de ingredientes como açúcar. Outro diferencial é que o vinho possui um processo de fermentação derivado do álcool, o que gera uma vasodilatação benéfica para o nosso sistema circulatório.

O mais benéfico para a saúde

Dito tudo isso, conclui-se que ambos os produtos podem ser benéficos para a saúde. Mais importante do que escolher entre o suco de uva ou o vinho, é optar sempre pela qualidade do produto comprado. Caso escolha o suco, por exemplo, evite o refresco em pó e prefira o suco integral. O mesmo vale para os vinhos. Esteja sempre atento à procedência dos ingredientes e às especificações do produto.

E claro, lembre-se sempre de combinar a bebida com a ocasião. Determinados momentos pedem sucos, enquanto outros ficam ainda mais saborosos com um delicioso vinho.

Se você gostou desse texto, pode gostar também das nossas 5 dicas de harmonização de vinhos com carnes. Aproveite!

X