fbpx
Resveratrol: saiba mais sobre esse antioxidante presente no suco Pérgola integral

Resveratrol: saiba mais sobre esse antioxidante presente no suco Pérgola integral

Compartilhe

Todos nós sabemos a importância de se ter uma alimentação adequada, rica em nutrientes e substâncias que proporcionam mais saúde e bem-estar. Um grupo que tem chamado a atenção recentemente é o dos antioxidantes, como o resveratrol.

Os antioxidantes ajudam no combate aos radicais livres, principal causa do envelhecimento precoce e da destruição das células. Eles também são importantes contra diversas doenças, como o câncer e problemas cardiovasculares. No caso do resveratrol, a molécula ainda está sendo bastante estudada, mas já foram comprovados alguns de seus benefícios. Leia mais sobre ela a seguir.

O que é o resveratrol?

Trata-se de um polifenol, substância natural encontrada na forma cristalina em frutas e outros vegetais. A molécula foi descrita pela primeira vez em 1939, no Japão, quando Michio Takaora conseguiu isolá-la a partir da folha da planta heléboro americano. Diversas pesquisas começaram a analisar os benefícios do resveratrol para a saúde e formas mais populares de obtenção. Na década de 1960 que se descobriu boas quantidades na uva e seus derivados.

Em 2008, pesquisadores da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) registraram uma patente para a extração e fabricação de medicamentos a base de resveratrol. Outro registro visava a produção de um composto para a retenção da substância no organismo. No entanto, eles ainda não foram disponibilizados no mercado.

Onde é encontrado?

Geralmente, o resveratrol é encontrado junto com outros polifenóis benéficos à saúde, como as flavonas, os taninos e os ácidos fenólicos. São abundantes em amoras, mirtilos, ostras e amendoim. Mas as fontes mais abundantes e fáceis de encontrar são as uvas e seus derivados, como o vinho tinto e o suco integral.

Além disso, a substância é amplamente vendida na forma de suplementos alimentares, fabricados a partir da secagem e processamento de vegetais. Também pode ser encontrado como componente da fórmula de muitos cosméticos vendidos no mercado.

Quais os benefícios?

Diversas pesquisas estudam os efeitos do resveratrol no organismo e algumas já apresentaram resultados interessantes. Já são reconhecidas as propriedades antioxidantes, favorecendo a renovação celular e combatendo o envelhecimento precoce.

Ele atua na ativação de determinados genes, protegendo contra doenças. Por exemplo, age como antiestrogênico, desativando os genes que agem na produção de estrogênio. Isso pode ajudar a evitar e controlar diversos tipos de câncer de origem hormonal. Além disso, impede a proliferação de células cancerosas, pela inibição da proteína NF Kappa B.

Outra vantagem é ser anti-inflamatório, evitando diversas doenças, inclusive as cardiovasculares. Alguns estudos apontam que o resveratrol pode ajudar a reduzir a quantidade de LDL ( lipídio de baixa densidade) no sangue e aumentar o HDL (lipídio de alta densidade), sendo importante para evitar problemas cardiovasculares.

Por ser anti-inflamatório e antioxidante, ajuda na proteção das células neurais, sendo importante na prevenção de doenças degenerativas, como o Alzheimer e o Parkinson. Também melhora a aparência das células da pele e as funções da próstata e de outras glândulas.

Enfim, ainda há muito o que se estudar sobre os efeitos do resveratrol. Mas é certo que a molécula oferece grandes benefícios, sobretudo por ser facilmente encontrada na natureza. Lembre-se que a ingestão de suplementos não substitui uma alimentação saudável e balanceada.

Gostou do post? Receba mais conteúdos como esse. Assine nossa newsletter!

Compartilhe
X