Descubra o que fazer na próxima viagem para o Rio Grande do Sul

Descubra o que fazer na próxima viagem para o Rio Grande do Sul

O Rio Grande do Sul é um estado encantador. Além de suas belezas naturais, conta também com atrativos criados pelos homens, especialmente as edificações, como igrejas, museus, bibliotecas e casas históricas.

Sua cultura é ímpar, apresentando expressões típicas, bebidas e comidas exclusivas — como o chimarrão —, e estilo de vida próprio! Essas peculiaridades se devem à entrada de muitos imigrantes no estado, principalmente os italianos, e por ter sido palco de eventos de grande importância, como a Revolução Farroupilha.

Quer conhecer a região? Então descubra, a seguir, o que fazer na próxima viagem para o Rio Grande do Sul!

Visite o Vale dos Vinhedos

O Vale dos Vinhedos, na Serra Gaúcha, é comparado à Toscana, região da Itália. Lá, além das vinícolas, há bons restaurantes, queijarias, residências de pedra e cenários bucólicos, que lembram a velha Arcádia dos poetas.

Naquela época, quando chegaram ao local, os estrangeiros levantaram suas casas com os materiais disponíveis, dando um charme às construções e destacando as cidades da área.

Duas cidades importantes da região é o Vale São Bento Gonçalves e Garibaldi, nomes que homenageiam o casal Bento Gonçalves e Anita Garibaldi, que lutou para transformar o Rio Grande do Sul em uma república.

Bento Gonçalves fica distante de Gramado — pouco mais de 110 km através da RS-235. Da capital para o município, a distância é maior por meio das rodovias BR-116, RS-122 e RS-470: 130 km. Garibaldi, por sua vez, fica a 122 km de Porto Alegre.

Percorrendo uma hora a partir da capital, o panorama começa a mudar e as características metropolitanas vão dando lugar às vinícolas, casas coloniais e restaurantes atraentes.

Depois da visita às famosas vinícolas, é interessante atravessar a rota de 12 km, chamada de Caminhos da Pedra, que é cheia de restaurantes e casas coloniais.

Mais uma dica para aproveitar ainda mais sua visita ao Vale é viajar de Maria Fumaça entre Bento Gonçalves e Carlos Barbosa, ao som de músicas e danças italianas e gaúchas. O veículo faz parada em Garibaldi, cidade boa para degustar vinhos espumantes e sucos de uvas — não à toa cidade é conhecida como a Capital do Espumante.

Vá aos parques nacionais

Outros lugares maravilhosos para visitar na Serra Gaúcha são os parques nacionais, como o Parque Nacional Aparados da Serra e o Parque Nacional da Serra Geral, nos quais estão os cânions de Itaimbezinho e Fortaleza. Cenários maravilhosos para quem gosta de contemplar a natureza.

Contudo, é importante ressaltar que, devido à neblina, a visibilidade detalhada da paisagem nem sempre é boa. Por isso, a recomendação é passar vários dias em Cambará do Sul para apreciar bem as belezas da natureza, inclusive os cânions.

Curta as atrações turísticas de Farroupilha

Outro local que vale a pena conhecer em sua viagem para o Rio Grande do Sul é a cidade de Farroupilha, a qual também se situa na Serra Gaúcha. Ela é considerada o berço da colonização do Rio Grande do Sul pelos italianos, e reúne diversos locais em que foram feitas cenas para o cinema, séries e novelas, como Prova de CoragemO QuatrilhoDecameron e O Filme da Minha Vida.

Alguns pontos turísticos de Farroupilha são:

  • a Igreja Matriz do Sagrado Coração de Jesus, que tem um estilo neogótico, situada no centro da cidade;
  • a cascata do Salto Ventoso, com 52 metros de altura, situada acima de uma gruta com 200 metros de comprimento, no meio da mata nativa;
  • a Casa de Bona, onde foi gravada a série Decameron;
  • o Parque dos Pinheiros, que constitui o pulmão do centro da cidade;
  • o Santuário de Caravaggio, o maior da Região Sul, recebendo aproximadamente 1,8 milhões de visitantes por ano (os fiéis, geralmente, comparecem ao local no dia 26 de maio, dia de Nossa Senhora de Caravaggio);
  • o Museu Casa de Pedra, construído com pedras talhadas a ferro, em 1896;
  • o Museu Casal Moschetti, que contém um acervo de porcelanas, móveis, livros, vestuários, esculturas, utensílios do casal e a boneca Lenci, que tem a altura de uma garota de 8 anos e virou uma das lendas urbanas do estado;
  • o roteiro “Passeando a Cavalo”;
  • o roteiro “Histórias e Memórias”, com lugares que relembram eventos passados e guardam a memória cultural do Rio Grande do Sul;
  • A Chácara Pasqual, na qual é possível ver de perto animais silvestres recolhidos pelo IBAMA (avestruz, papagaio, macaco-prego e outros), além da presença de um campo de futebol, playground para crianças, bar, sala para eventos pequenos e antiguidades.

Mergulhe no passado em São Miguel das Missões

São Miguel é uma das colônias que formavam os Sete Povos das Missões, sendo outro ponto turístico que merece ser visitado em sua viagem para o Rio Grande do Sul.

Considerado pela Unesco como Patrimônio Mundial, a região conta com paisagens muito bonitas! As ruínas, ainda bem preservadas, revelam como se organizava o espaço urbano no tempo das missões dos jesuítas. Durante a noite, a história do local é contada por meio de um show de luzes. Além disso, existe o Museu das Missões, que também vale a pena ser visitado.

Coma chocolate em Gramado

Gramado e Canela formam a Região das Hortênsias, e ambas as cidades são muito visitadas pelos turistas brasileiros. Além das características europeias, elas têm atrações como Natal Luz, duas catedrais de pedras e a Cascata do Caracol.

Há ainda a indústria do chocolate artesanal em Gramado, que é célebre. É possível encontrar no local diversas fábricas e lojas de chocolate. Os produtos e atrações variam de acordo com a marca, mas os visitantes são sempre convidados a saborear seus produtos.

Por fim, a gastronomia em geral é destaque em Gramado, incluindo o rodízio de fondue, que é ideal para uma visita durante o inverno. Nessa época, é gostoso também beber um cafezinho colonial ou chocolate quente.

Conheça a região dos Campos de Cima da Serra

É interessante conhecer também a região dos Campos de Cima da Serra, Aparatos da Serra e terminar na cidade de Vacaria, para visitar a Vinícola Campestre.

No passeio você pode desfrutar de belos relevos e rios do nordeste do estado a cerca de 250 km de Porto Alegre. Os invernos rigorosos, dias quentes e noites amenas tornam o clima adequado para cultivo de uvas finas, surgindo um novo terroir.

A loja de vinhos da Vinícola Campestre, situada à margem da BR 116 km 30, conta com um ambiente moderno e acolhedor, atendimento personalizado com profissionais capacitados dispostos a ajudar na melhor escolha.

Em meados de junho de 2019, as visitações estarão abertas para que todos possam contemplar e viver essa grandiosa experiência!

O turismo do local proporciona aos visitantes uma experiencia única. Além das paisagens típicas dos Campos de Cima da Serra, pode-se fazer visitações guiadas, degustações, passeios entre os vinhedos, vinificação e as caves.

Em família ou entre amigos, em um futuro próximo, será possível fazer um piquenique saboreando um vinho, espumante ou um suco para brindar os momentos.

Esses são os 6 lugares que você não pode deixar de conferir na sua próxima viagem para o Rio Grande do Sul. Se não der tempo de conhecer tudo, não hesite em visitar essa região incrível mais vezes!

Quer ficar por dentro de mais dicas como estas? Então não deixe de curtir nossa página no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X