Conheça agora mesmo os principais tipos de geladeira para vinho

Conheça agora mesmo os principais tipos de geladeira para vinho

A geladeira para vinho é um item essencial se você é amante dessa bebida milenar. Há quem prefira degustá-los em temperatura ambiente. No entanto, o vinho frio consegue transformar totalmente a sua experiência degustativa.

Por exemplo, em baixas temperaturas a doçura desse tipo de bebida é amenizada, enquanto que em temperaturas “normais” é acentuada. Além disso, o vinho frio também consegue aumentar a suavidade do álcool.

Sendo assim, é importante contar com um bom equipamento de resfriamento para que, além de conservado por mais tempo, o seu vinho mantenha aroma, notas de acidez e sabor característico.

Pensando nisso, reunimos os tipos de geladeira para vinho que podem ser encontrados no mercado. Confira.

Adega passiva

Essa é a versão clássica de resfriamento de vinho, que não faz uso de equipamentos ou acessórios para monitoramento. O resfriamento conta apenas com os princípios da física para o controle da temperatura.

adega passiva é um ambiente geralmente construído em subsolo. Por isso, a sua temperatura sempre é menor e constante do que o meio externo. Sendo assim, basta colocar os vinhos nas prateleiras e deixar que a natureza faça seu trabalho. Assim funcionam as chamadas adegas passivas.

Um exemplo desse tipo de resfriamento é a tradicional cave francesa, que em português quer dizer adegaEla nada mais é do que um quarto no subsolo, ou seja, um porão, escuro e frio. Para seu total funcionamento, esse ambiente precisa ficar protegido dos raios ultravioletas (UV) e em condições ideais de temperatura: entre 10 e 16 °C; já a umidade deve ficar entre 65% e 85%.

O maior benefício desse tipo de adega, sem dúvida, é a economia na energia elétrica. Como dissemos, ela não usa nenhum tipo de sistema para refrigeração. Entretanto, deve-se observar alguns itens:

  • iluminação: deve ser utilizada no menor tempo possível, e quando fechada, manter as luzes apagadas; não deve ter incidência direta de luz solar; dê preferência à iluminação natural, quando possível;
  • temperatura e umidade: particularmente, o porão é o melhor ambiente para instalação de uma adega, uma vez que mantém a temperatura sem refrigeração. Entretanto, se precisar de temperatura acima de 12 °C, será necessário a instalação de um sistema de refrigeração;
  • coleção de vinhos: se você é um apaixonado por vinhos e tem uma coleção que merece respeito, o mais indicado é investir na construção desse tipo de adega.

Contudo, existe uma desvantagem importante. Por ser um ambiente que ocupa o espaço de um cômodo, essa adega requer um alto investimento e obras na sua casa ou no local em que será construída.

Adega termoelétrica

Essa geladeira para vinho, também conhecida como adega climatizada, usa eletricidade para manter o interior refrigerado e umidificado. Portanto, esse tipo de resfriamento se dá absorvendo o calor interno e depois o expelindo, gerando assim, uma temperatura que se mantém entre 10 e 12 °C.

É o tipo mais indicado para os lugares que não fazem muito calor. Por isso, são muito utilizadas em países europeus. Em relação às suas vantagens mais importantes, podemos ressaltar o silêncio, a economia de energia e o fato de não vibrarem. Como nem tudo são flores, no Brasil, ainda não há fabricação desse tipo de adega, portanto, é preciso importá-la, o que pode pesar no bolso.

No quesito capacidade, é preciso avaliar o tamanho do seu acervo de vinhos, porque existem adegas que comportam somente 8 garrafas. Porém, existem também modelos em que você pode armazenar até 100 garrafas. Então, é importante levar em consideração o seu perfil de consumidor.

Adega com compressor

A adega com compressor é um dos únicos modelos fabricados em território brasileiro. Nesse tipo, são instalados compressores semelhantes àqueles que encontramos nas geladeiras domésticas. Isso faz com que a temperatura fique sempre estável no seu interior, permitindo que o seu vinho fique sempre bem gelado e conservado na temperatura ideal.

Assim, elas são indicadas para lugares mais quentes, já que esse equipamento consegue atingir baixas temperaturas e proporcionar versatilidade a esse equipamento. Além disso, esse tipo de adega, assim como as termelétricas, podem ser equipadas com alarmes.

No entanto, a adega com compressor tem ruído mais elevado do que o modelo anteriormente citados. Outro ponto negativo é o aumento no seu consumo de energia se comparadas às termelétricas. Por outro lado, ela oferece manutenção mais barata e de maior durabilidade.

A atenção ao custo x benefício é válida ainda com relação aos modelos, pois existem dois: com vidro simples e duplo. A primeira opção pode não ser a melhor para o isolamento térmico. Já o duplo tem melhor capacidade de manter a temperatura e evitar o escape.

Adega de madeira

A adega de madeira, apesar de não ser uma geladeira propriamente dita, é um dos métodos mais antigos de resfriamento de bebidas, principalmente o vinho. Elas são facilmente encontradas em lojas de artigos para decoração.

Apesar de ser muito utilizada como parte da decoração, ela também é muito útil e funcional, já que é capaz de manter a sua bebida conservada e armazenada por muito tempo. Entretanto, se for utilizada como adega, é principalmente indicada para locais frios, por conta do material de sua fabricação, a madeira — se for armazenada em local quente, também terá uma temperatura elevada.

Um dos pontos positivos que pode ser destacado é a influência do material usado. Por exemplo: a madeira de carvalho tem forte influência no sabor do vinho, já que tem mais afinidade com esse tipo de bebida. Ao contrário das madeiras de cerejeira, que são muito resistentes, o que é muito importante uma vez que ficam em baixas temperaturas e em meio à alta umidade.

A geladeira para vinho é um equipamento que, além de proporcionar mais elegância para um ambiente, é fundamental para garantir a conservação da qualidade no sabor e demais características das suas bebidas. Entretanto, para comprar a sua, é preciso levar em consideração o custo-benefício, o seu volume de consumo e o clima de onde você vive.

Percebeu como alguns equipamentos podem valorizar a sua bebida? Caso tenha ficado com alguma dúvida ou sugestão, deixe aqui nos comentários que teremos prazer em respondê-lo!

X