Aprenda como escolher o vinho fino ideal para você

Aprenda como escolher o vinho fino ideal para você

O universo dos vinhos é mesmo vasto! Entre tantas variedades já abordadas neste blog, podemos destacar, ainda, o vinho fino e o vinho de mesa.

Você consegue perceber a diferença entre eles? Sabe o quê, exatamente, os diferencia? E qual seria o vinho fino ideal para você?

Quanto mais adentramos nesse mundo da enologia, mais aprendemos, nos divertimos e percebemos as nuances dessa bebida realmente incrível. Então, vamos continuar!

O vinho fino e o vinho de mesa

Para saber o que difere essas duas bebidas, é preciso conhecer a planta produtora da uva em questão. Isso mesmo! A videira pertence ao gênero Vitis, que possui mais de 40 espécies e, entre elas, a Vitis vinífera — com mais de 5 mil subespécies existentes.

Dentre essas subespécies, estão as nossas conhecidas e queridas uvas Cabernet Sauvignon, Merlot, Chardonnay, Pinot Noir e outras com propriedades mais elevadas. São essas uvas de maior qualidade que darão origem a um vinho também de qualidade superior: o vinho fino.

Por outro lado, assim como a Vitis vinífera, existem outras espécies de videiras, como a Vitis rupestris, a Vitis labrusca, a Vitis riparia e a Vitis bourquina — todas de qualidade inferior, quando comparadas às Vitis vinífera.

E são estas uvas que dão origem ao vinho de mesa, além de serem utilizadas na produção de sucos e de uvas passa. Elas também são conhecidas como americanas ou de mesa (por isso o nome).

Um fato interessante: por motivos econômicos e culturais, o vinho de mesa é produzido em poucos países do mundo, entre eles o Brasil, que cultiva uvas como a Isabel, a Concord e a Niágara, em certas regiões.

As características de um vinho fino

Em poucas palavras, podemos dizer que o vinho fino é um produto mais refinado, com aromas frutados, notas florais, percepções mais complexas e uma aparência mais límpida e brilhante; ele é mais agradável tanto no paladar quanto no olfato.

Os vinhos de mesa, por sua vez, oferecem um aroma e um paladar mais rústicos, mas que costumam agradar ao público brasileiro — que também aprecia o fato desse produto ter um preço mais baixo.

Na verdade, apesar dessas características tão distintas, há consumidores para os dois tipos de vinhos, especialmente no Brasil.

As formas de escolher um vinho fino

Mas, afinal, como diferenciar um vinho fino de um vinho de mesa e não comprar um ou outro por engano? Confira as nossas dicas!

Leia as informações do rótulo

É obrigatório que os produtores de vinho coloquem nos rótulos das bebidas a informação “Vinho Fino” ou “Vinho de Mesa”. Claramente, o vinho fino foi produzido a partir das uvas de melhor qualidade e possui todas as características superiores da bebida. Enquanto que o vinho de mesa traz, em sua composição, as uvas americanas.

Vale a pena atentar-se a alguns rótulos que trazem a informação “Vinho de Mesa Fino”. Esse tipo de vinho também é produzido com as uvas advindas da Vitis vinífera, ou seja, possui a superioridade delas.

Observe as características da bebida

Como dissemos, o vinho fino é uma bebida mais elaborada, podemos assim dizer. Além de mais encorpado, é um líquido mais claro e brilhante. Já os vinhos de mesa são mais opacos. Portanto, ainda que o rótulo não traga informações claras sobre o tipo da bebida, é possível distingui-las por seu aspecto.

Confira o tipo de uva

Ainda que você não seja um grande especialista em vinhos, se costuma apreciar a bebida de vez em quando, já deve estar familiarizado com alguns tipos de uvas.

As Cabernet Sauvignon, Merlot, Carmenere e Chardonay, por exemplo, são uvas que dão origem a vinhos finos bastante comuns e acessíveis aqui no Brasil. Logo, se há o nome de alguma delas no rótulo, o vinho é sim, fino.

Por outro lado, se o nome que consta no rótulo é uva americana, o vinho é de mesa, e vai ter o aroma mais forte e o sabor mais simples, característicos deste tipo de produto.

Conte com a ajuda de especialistas

Se ainda restam dúvidas e você não pode correr o risco de errar em sua compra (vinhos em grandes quantidades para festas, por exemplo), é sempre bom e possível contar com a ajuda de especialistas e adquirir os seus rótulos de uma produtora de confiança.

Procure a ajuda de uma vinícola de qualidade, que produza vinhos de excelência — tanto os finos quanto os de mesa. Hoje em dia há, inclusive, a possibilidade de fazer as suas compras on-line, com toda a segurança e com o auxílio de profissionais especializados e preparados para ajudar nas suas dúvidas.

Dessa forma, você tem a garantia de estar comprando os vinhos certos, produzidos por uma vinícola tradicional e conceituada no mercado.

Como fazer a harmonização

A harmonização com qualquer tipo de vinho vai depender muito do seu paladar, não há regras rígidas, apenas algumas sugestões a seguir. Como são muitos os tipos, para exemplificar vamos falar do vinho Merlot.

Em geral, o vinho Merlot é suave, combinando, assim, com vários tipos de alimentos. Aves assadas, peixes grelhados ou enegrecidos, cordeiro, etc., são alimentos que se ajustam muito bem com o Merlot.

Em uma regra mais usual, vinhos leves harmonizam melhor com alimentos leves, e alimentos mais fortes, com vinhos mais encorpados.

Quando optar por um vinho fino ou um vinho de mesa

Essa resposta depende exclusivamente de você. Como dissemos, o público brasileiro, em geral, gosta do vinho de mesa — seja por seu sabor, pelo custo ou, até mesmo, pela possibilidade de consumir a bebida em maior quantidade.

Por outro lado, há apreciadores de vinho que não aceitam essa forma da bebida de jeito nenhum, e consomem apenas os vinhos finos. Felizmente, vivemos em um país rico, que permite produções variadas e com opções que agradam os mais diferentes tipos de pessoas!

Se você é adepto de apenas um tipo de vinho e nunca experimentou o outro, a experiência pode valer a pena. Você que é consumidor do vinho fino pode, por exemplo, se surpreender e gostar do vinho de mesa — ou então, pelo menos, terá mais conhecimento para recusá-lo com maior propriedade.

Agora que você já conhece as principais diferenças entre o vinho fino e o vinho de mesa e sabe o que observar na hora de fazer as suas compras, que tal conhecer alguns produtos de alta qualidade? Além dos vinhos tintos e brancos, é possível encontrar outros itens, como sucos de uvas, champanhes e espumantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X