Afinal, qual vinho combina com camarão? Entenda tudo neste post!

Afinal, qual vinho combina com camarão? Entenda tudo neste post!

Você sabe harmonizar bebidas? Qual vinho combina com camarão e, qual equilibra com carne vermelha, por exemplo? Ao contrário do que muitos pensam, essa prática não consiste em uma ciência exata, ou seja, não existe apenas uma forma obrigatória de equilibrar as bebidas com uma refeição.

Por outro lado, há sim algumas recomendações para deixar a combinação muito mais agradável. Para isso, é preciso considerar diversos fatores, como o tipo de vinho, a cepa, corpo e acidez, assim como os ingredientes, temperos e cocção da comida.

Neste post, falaremos sobre a harmonização de vinho e crustáceos. Quer saber como chegar a uma combinação equilibrada? Então, é só continuar a leitura.

Como fazer a harmonização de vinhos?

A harmonização pode ser entendida como uma arte, afinal, trata-se de um meio que permite aproveitarmos as sutilezas e riquezas oferecidas pelo vinho e pelas comidas. Contudo, esse processo envolve três partes: o vinho, o prato e o seu gosto pessoal.

Isso porque, como não se trata de regras duramente estabelecidas, a sua percepção dos sabores tem um grande peso na escolha, pois o equilíbrio é tênue e suas preferências precisam ser consideradas para chegar ao resultado ideal. No entanto, é possível citar algumas orientações que podem guiar você nesse caminho em busca do equilíbrio. Vamos conhecer algumas delas?

O peso do vinho é um fator decisivo

A primeira recomendação é bem simples: considere o peso do vinho e do prato. Imagine combinar um peixe delicado com um Cabernet Sauvignon, bebida encorpada e intensa. Nesse caso, certamente o vinho sobrepõe muito o sabor do prato, o que não é o ideal. Portanto, procure analisar esses detalhes com atenção. Refeições suaves pedem um vinho leve, enquanto um prato consistente e untuoso exige um rótulo estruturado.

Os molhos devem ser considerados

Quando o assunto é a harmonização, muitas pessoas focam apenas na proteína, esquecendo os acompanhamentos e, principalmente, os molhos — no caso da carne branca, por exemplo, esse fator é essencial.

Se o molho for feito com frutos do mar ou queijo, o vinho branco é indicado para uma combinação equilibrada. Nesse caso, uma boa opção é o Sauvignon Blanc, bebida com acidez, leve e adocicada. Agora, caso tiver uma base de tomate ou carne, o vinho tinto cai bem.

As características precisam combinar 

O equilíbrio também pode ser conseguido por meio da combinação de características do vinho e do prato. Por exemplo, se um dos aspectos marcantes do rótulo for o alto nível de taninos, componente que causa a sensação de adstringência e secura na boca, a refeição precisa ter alimentos untuosos. Por outro lado, quando a marca principal é a acidez, pratos suculentos devem ser evitados.

Assim como a harmonização pode trazer sabores incríveis, combinações de características incompatíveis podem causar sensações desagradáveis. Isso quer dizer que vinhos mais alcoólicos não vão bem com pratos muito salgados ou picantes demais. O mesmo vale para rótulos doces e refeições suculentas.

O que considerar na harmonização com crustáceos?

Agora você já conhece mais sobre a harmonização e entendeu que as suas escolhas precisam considerar uma série de fatores — e não é diferente na hora de escolher qual vinho combina com camarão e lagosta. Você precisa ponderar o tipo de preparação do prato, o nível de acidez, os temperos e molhos, entre outros detalhes.

A primeira orientação quanto à harmonização com os crustáceos é que, de modo geral, os vinhos tintos não caem bem com esse alimento. Isso se deve aos taninos presentes na bebida, afinal são componentes incompatíveis com o iodo desses frutos do mar. Nesse caso, o resultado é uma sensação metálica e desagradável na boca.

Camarão

Por ser uma carne suave, delicada e levemente adocicada, a combinação com vinho branco é uma excelente escolha. Tudo vai depender do tipo de preparo, ou seja, se o camarão for servido frito, a melhor alternativa são os leves, aromáticos e refrescantes. Em casos de preparações com um toque apimentado, opções com menos álcool são as mais indicadas.

Para harmonizar com vinhos encorpados, camarões feitos com molhos à base de manteiga é uma boa pedida. No caso de risoto de camarão, um vinho jovem e fresco ou mesmo um espumante, afinal, sua refrescância é muito bem-vinda. O mesmo acontece quando a preparação leva leite de coco e especiarias.

Lagosta

A lagosta é um alimento sofisticado, porém não se engane: costuma ser uma refeição que pede por vinhos brancos encorpados. Quando é feita com preparos simples e acompanhada de uma salada, por exemplo, pode até combinar bem com vinhos leves, mas se levar manteiga ou creme, rótulos aromáticos deixam o resultado equilibrado.

Quais vinhos combinam com camarão?

Deseja boas indicações de vinho que combinam com os crustáceos? Veja a seguir duas opções para você experimentar e não se arrepender!

Chardonnay

Considerada por muitos a rainha das uvas para vinhos brancos, o Chardonnay harmoniza muito bem com diversas preparações de crustáceos. Então, se você queria saber qual vinho combina com camarão, temos aqui um forte candidato. 

Você pode encontrar opções leves e até mais encorpadas geradas a partir dessa casta, então leve em consideração as informações dadas no tópico anterior na hora de escolher. No geral, são vinhos bastante aromáticos e as opções não envelhecidas combinam bem com pratos elaborados.

Sauvignon Blanc

Opção bastante versátil, esse vinho pode ser considerado leve e refrescante, ao mesmo tempo em que é aromático. Além disso, costuma ser seco e elegante, com aromas de toques cítricos e herbáceos. 

Na verdade, dificilmente você errará na harmonização com um bom Sauvignon Blanc, já que ele é considerado um coringa para refeições com crustáceos e outros frutos do mar. Ademais, é uma opção perfeita para pratos untuosos e ingredientes fortes, equilibrando bem cada componente da refeição.

Essas foram algumas dicas sobre harmonização com crustáceos. Esperamos que não restem mais dúvidas na hora de escolher qual vinho combina com camarão e lagosta. Lembre-se bem dessas orientações no seu próximo jantar, esteja aberto para experimentar opções diversas e, claro, guie suas escolhas considerando sempre suas preferências e tudo será um sucesso.

Que tal ficar dentro de informações como essas sobre o mundo dos vinhos? Então, nos acompanhe em nossas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e YouTube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X