5 tipos de vinhos que você precisa experimentar já

5 tipos de vinhos que você precisa experimentar já

O consumo de todos os tipos de vinhos brasileiros tem crescido de forma acelerada nos últimos anos, tanto no mercado nacional como ao redor do mundo. A bebida produzida aqui tem alcançado reconhecimento por diversas entidades estrangeiras e alguns dos melhores produtores do mundo estão localizados na região Sul do Brasil.

Sendo assim, não podemos deixar de aproveitar a oportunidade de consumir um produto local. Existe hoje no mercado uma incrível variedade de vinhos tintos, brancos, rosés, espumantes e doces. Seja qual for a ocasião, há sempre uma boa escolha. Mas você sabe diferenciar entre essas opções e conhece suas características?

Para te ajudar a entender a personalidade de cada uma dessas deliciosas opções, preparamos esta lista.

Assim, você vai saber escolher qual delas comprar e não ficará perdido na prateleira do mercado. Consumido com moderação e com frequência, o vinho traz diversos benefícios à saúde. Então vamos lá!

1. Tintos

Os vinhos tintos são os mais consumidos em números absolutos. As variedades de uvas utilizadas para a produção deles são amplamente difundidas e cultivadas em diversas regiões ao redor do globo. Por terem um sabor mais forte e marcante, tendem a ser combinados com comidas um pouco mais pesadas, como as carnes vermelhas.

Normalmente eles devem ser consumidos em temperaturas mais quentes do que as outras variedades, embora seja possível encontrar formas de tropicalizar a bebida.

É o caso das sangrias, típicas da Espanha, em que se mistura o vinho com frutas e gelo para torná-lo mais atrativo nos dias quentes e combiná-lo melhor com a culinária típica de lá. Mais encorpada, essa variedade é excelente para acompanhar refeições.

Considerar seu sabor marcante e a recomendação de consumo em temperaturas maiores na hora de elaborar o cardápio é uma ótima ideia e vai valorizar seu almoço ou jantar.

Mas não se deve achar que, apenas por ser o mais comum, o tinto é o melhor dos vinhos, independentemente da ocasião e das circunstâncias.

2. Brancos

Os brancos são, com certeza, aqueles, entre os tipos de vinhos mais apreciados no mundo, os que mais combinam com o clima tropical brasileiro. Servidos frios ou gelados, eles acompanham muito bem os frutos do mar e não por acaso estão crescendo na preferência do público.

Por terem um sabor mais delicado e um corpo mais leve, eles são muito mais versáteis na nossa região do planeta, predominantemente quente. Além disso, as comidas associadas a eles e com as quais harmonizam melhor são mais leves e menos calóricas do que as que acompanham os tintos.

As variedades brancas de uvas se adaptaram muitíssimo bem ao clima e ao solo brasileiros. Toda a riqueza do nosso país pode ser sentida nos aromas e sabores dessa variedade quando é aqui produzida. Suas notas mais suaves e elegantes foram valorizadas no nosso país e seu terroir é considerado um dos melhores do mundo.

Vale muito a pena conhecer bem os vinhos brancos e descobrir todas as possibilidades que eles proporcionam. Em dias quentes, para acompanhar refeições, em ocasiões festivas, na beira da praia ou na piscina, não deixe de experimentar esse ótimo tipo de vinho. Com certeza você vai se surpreender de forma muito positiva!

3. Rosés

A principal característica dos vinhos rosés é a cor marcante que lhe dá nome. Ela é obtida pela mistura de variedades brancas e vermelhas, com a expectativa de equilibrar a personalidade das duas, extraindo o seu melhor. O acréscimo das uvas-brancas ao vinho tinto bruto proporciona notas mais suaves e um sabor mais rico.

A melhor harmonização desse tipo de vinho geralmente se dá com alimentos mais leves e de preparo mais simplificado. A complexidade de suas notas não se dá muito bem com pratos muito elaborados e de sabor forte. Ele não deve ser visto como uma linha média entre os tipos que lhe dão origem, mas sim individualmente, respeitando suas peculiaridades.

4. Espumantes

Os vinhos espumantes estão diretamente ligados à ideia de glamour e badalação. Eles se popularizaram com o nome da região em que foram inicialmente produzidos — Champagne, na França.

Hoje somente podem ser chamados pelo nome da região aqueles lá produzidos. São a escolha predileta para dar um ar chique a qualquer evento e também ficam deliciosos em receitas culinárias. O Brasil tem se tornado referência mundial na produção de vinhos espumantes e alguns dos melhores exemplares dessa bebida são fabricados aqui.

Por preços bastante acessíveis, é possível encontrar no mercado espumantes premiados em todo o mundo. Então, vale muito a pena procurar e buscar conhecer melhor essa bebida tão conhecida.

5. Doces

Os vinhos doces não devem ser confundidos com aqueles que se condicionou chamar de suaves. Os vinhos suaves são aqueles que recebem adição de açúcar e são feitos com processos semelhantes aos do vinho tinto comum.

Já os vinhos doces ou licorosos contam apenas com o açúcar próprio da uva e têm seu sabor adocicado acentuado durante o processo de fermentação por meio de várias técnicas. São servidos comumente como acompanhamento de sobremesas ou até mesmo as substituindo. O mais famoso é aquele produzido na região da cidade de Porto, em Portugal.

Esse tipo é pouco conhecido e sofre algum preconceito devido à associação com produtos de baixa qualidade, o que não é verdade. Vale muito a pena tentar apreciar essa variedade, buscando sempre o melhor contexto para valorizar sua personalidade.

O vinho é uma bebida universal e de grande valor na história da humanidade. O Brasil pode hoje se orgulhar de ser respeitado entre os grandes produtores do mundo, não apenas em volume, mas principalmente em qualidade. Consumir os vinhos produzidos aqui é vantajoso não só pelo preço, mas também por estimular o mercado local, que gera emprego e renda no nosso país.

Então, escolha entre os tipos de vinhos qual será a sua próxima experiência sensorial. Não deixe de experimentar aqueles que você ainda não conhece ou com os quais não teve uma boa experiência.

Mude de rótulo, de ocasião e veja se em um novo contato aquele tipo te conquista. Pode ter certeza que todo tipo de vinho é bom, basta encontrar o acompanhamento e o momento certo!

Se depois de tanta informação bateu vontade de experimentar os melhores rótulos de cada um desses tipos de vinhos, visite o nosso website. Lá você vai encontrar não só alguns dos melhores produtos do mercado, como também excelentes dicas sobre harmonização e todo o universo do vinho.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X